CME: UM SETOR HOSPITALAR INDISPENSÁVEL E AINDA DESCONHECIDO




Hoje vamos conversar um pouco sobre o Centro de Material e Esterilização (CME), setor também conhecido como o coração do hospital, mas também, um universo desconhecido para muitos profissionais e estudantes de Enfermagem.


E você, o que sabe sobre o CME?


É fato que os Cursos de Graduação em Enfermagem preparam o enfermeiro para o cuidar nos diferentes cenários: adulto, criança, mulher e idoso, porém a gestão do CME é também uma importante forma de cuidar da saúde de todos os clientes do hospital. É fato, se o CME parar, os demais setores do hospital tendem a parar, pois todos se utilizam de materiais preparados e processados pela CME, sendo os centros de maior consumo, o centro cirúrgico e o centro obstétrico, mas também de maior produtividade.


Já parou para pensar sobre isso?


Por muitas décadas, o CME foi um setor destinado aos colaboradores que não se adaptavam em nenhum setor, seja com a rotina, seja no relacionamento com colaboradores e lideranças, assim o CME era uma forma de punição para esses colaboradores, mas esse cenário mudou e evolui ainda mais a cada dia.

Atualmente, o CME tem legislações específicas, devido a sua importância e complexidade nos serviços de saúde. Essas legislações normatizam as atribuições dos profissionais de Enfermagem no CME e também dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para a saúde. É bastante gratificante saber que o enfermeiro é o profissional responsável pela gestão desse setor tão complexo, o qual se responsabiliza pelo processamento de materiais de todo o serviço, desmitificando esse setor como menos complexo e/ou menos importante. Trata-se de uma área que exige atualização obrigatória e cursos específicos sobre a temática. Assim a E-NURSING CURSOS PARA ENFERMAGEM convida a todos profissionais e estudantes de Enfermagem para o curso sobre CENTRO/CENTRAL DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO: NOÇÕES BÁSICAS.

Confira no link:



Posts Em Destaque
Posts Recentes